quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Um belíssimo 2010 pra nós!


Calcinha da virada! :D Digamos que uma pimentinha no lugar certo é essencial, não? ;) Foi a última calcinha grande que comprei na vida, ebaaa! rs No lacinho tem também um trevinho e uma pombinha. Digamos que é multifuncional, serve pro Ano Novo e para Dia dos Namorados, quem sabe?... rs Ah, eu curti! =)


Cor da virada é prata. Brilhooo! rs Geralmente não uso esmalte cintilante, mas quando minha manicure me mostrou esse prata, amei! :D No pézinho é rosa. :)


Beijos, meus amores, aqui a lentilha já tá no fogo e a Moët na geladeira!

Muito amor pra nós em 2010, saúde, paz dentro da gente (que lá fora é um barulho só... rs) e amigos gostosíssimos e sinceros! Que nem esses que eu ganhei aqui. :D

♥ UM BELÍSSIMO 2010 PRA NÓS! ♥

Pra começar... Bem!

Geralmente dizemos que "as palavras têm poder" quando elas nos machucam.
Mas o fato é que as palavras têm poder, ponto final. :)
Fiz no tamanho 13x18cm que é pra caber na contra-capa da minha agenda, mas estou compartilhando aqui com vocês. Imprime, recorta, brinca em cima. Seja feliz em 2010! :D
(É só clicar na imagem pra salvar no tamanho original.)

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

A última feijoada do ano!

Enquanto vocês viajam e celebram as festas de fim de ano, eu bato perna pensando: "O que eu quero comer hoje"? rs Meu pratinho deu míseros R$ 13 hoje! Ai, que delícia, meu povo! Nham nham nham, amoooooooo feijuca, mas não como nada daquilo que tem dentro. Eu gosto mesmo é do sabor e do feijão! Então foi super light no Viena essa feijuca e não teve sobremesa. Saí de lá tão satisfeita, sabe? O gostinho? Feijuca, arroz, couve, salada de batata, lingüicinhas (não as da feijuca) e aquele trio de mini salgadinhos de sempre, um de cada. Tudo bem pouco! Adorei. :)

Aí, fui fazer o pé hoje e depilar, que ontem só deu pra fazer mão. Daí, andando e andando o dia inteiro, entre um lugar e outro, quando eu percebi já eram 20h e pensei: "Putz! Vou levar jantarzinho diferentão de fim de ano pra casa hoje"... Fui num árabe charmosinho que têm as esfihas mais divinetes que já experimentei. Massa super fininha, recheio farto e saborosíssimo -- o tempero! Esfihas fechadas. Trouxe de carne, ricota e escarola. :)

Fui na locadora e trouxe quatro filmes pra fechar o ano de papo pro ar. Isso é outra coisa que não faço com freqüência porque é caro, mas adoraria! Peguei filmes de quatro gêneros diferentes, depois conto. Pra acompanhar, comprei milho de pipoca (pra fazer na panela antiaderente, sem óleo) e Pringles Light, que eu mereço. rs Uma lata e eu vou comer um pouco com cada filme. :D

Ah, quase tive um troço quando vi na locadora os seguintes títulos de lançamento à venda: DECÁLOGO, A TRILOGIA FLAMENCA DO CARLOS SAURA (na verdade quatro DVDs, tem mais um filme no pacote) e FREUD ALÉM DA ALMA. Gente, ver e não poder trazer pra casa imediatamente? Sabe quanto daria tudo? Quase R$ 400. rs Mas, pessoas, o DECÁLOGO em DVD! Quem não chorou vendo na Cultura ou na Mostra Internacional de Cinema? Socorro! Ah e o Montgomery Clift? Sem comentários. Que triste não poder comprar tudo! o_O Mas... Um dia, né?

Ah, sim, ontem eu comi salada monstro de janta. Não pensem que a rúcula me escapou, não. rs E, assim, no bom senso do prato principal, me permiti um pedaço pequeno de bolo de cenoura de sobremesa. :) Durmi feito um anjo.

Amanhã vou comprar calcinhas! Calcinhas 2010. Tô pensando em usar todas, sabe? Uma em cima da outra por ordem de prioridade? rs MES-MO! Então, já sei que amanhã o shopping fechas às 18h e se me der paciência e tiver jeito, vou aproveitar pra dar uma cortadinha no cabelo e/ou fazer uma hidratação, porque meu tó-nhó-nhóim tá extremamente carente.

Descobri que as horas passam quando você tá feliz. Voam. Em outros tempos estaria dentro de casa pensando caca. E não que meus problemas tenham acabado, mas eu simplesmente dei um SHUT DOWN -- no cérebro! rs Sabe faxina mental, dá um tempo? Eu fiz isso exatamente. De que adianta ficar enfurnada em casa remoendo? Resolve? Não. Então é melhor mesmo AREJAR. E foi o que fiz. E tá ótimo! rs E ainda mais super tudo é chegar em casa, ligar o computer e ver que tá todo mundo feliz junto.

Posso querer mais o quê?
Hein?
Amo vocês.

Amanhã posto a cor da virada and calcinhas. Se não tiver meu número, vou rodar a baiana. Mas há de ter, né? Vou cruzar os dedos e se não der pra comprar as que eu quero, bato perna e acho outras que sirvam, pronto. rs

Ah, eu fiz um lance bacana ontem pra colocar na minha agenda 2010 que vou postar aqui também. Agora não faço mais essas coisas só pra mim e poder dividir com vocês é mais um motivo de alegria.

2010.
Vocês são 9. Comigo, somamos 10.
Eu, sozinha, sou uma. Com vocês, fico 10.
É uma pequena coincidência isso, os seguidores no Google Friend Connect?
É, pode ser, sei lá... Só sei que me deixa contente. :)

Alguém sabe como fazer pipoca no microondas com milho e sem manteiga ou óleo? Tem jeito? Acho que já vi isso em algum programa de TV, mas não lembro!

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Eu não sou assim, eu ESTOU assim

Gente, tenho me olhado em tudo que é superfície que reflete. Andando na rua, me olho em todas as vitrines, espelhos, tudo, enquanto estou passando. É que me vejo de lado e agora que eu tô ENXERGANDO o tamanho do meu problema. Antes, eu não olhava, ignorava, nem aí. Mas agora eu tô podendo olhar e tô de boa porque estou me enxergando OBJETIVAMENTE, sem chororô. É um fato. Eu me sinto um fato gordo. ESTOU assim, mas NÃO SOU assim. A modelo virtual é muito fiel a esse fato e eu coloquei ela de lado de propósito quando fiz. Olhem pro braço. Tanto na modelo quanto em mim de verdade, você precisa de uns três braços pra dar conta dessa barriga de lado. Isso é quase uma morte anunciada pra mim. Fato médico e histórico familiar também, mas nem vou entrar nesse assunto, não precisa.


Não sei quando vou querer tirar novas medidas, o que importa (de novo, mais relevante que os números) é o que eu vejo e o que as minhas roupas me dizem -- os dois não mentem e são tão precisos quanto a fita métrica. Mesmo tendo perdido 10kg até aqui, eu ainda estou e me sinto extremamente gorda pro meu biotipo mignon. Meus joelhos e minha coluna ainda dóem com um simples caminhar daqui até ali. Esse corpo tem 35 anos, não tem mais 25.

Fato gordo 3.5. Mas, aos poucos, ele vai deixar de ser. Já estou mais leve e já posso recomeçar uma rotina moderada de exercícios que me ajude a queimar toda essa gordura. É questão de dias. 2010 vem aí. Novas rotinas. Já peguei minha agenda onde anotava tudo numa tabelinha e realmente é muito gostoso ver a evolução conforme o tempo passa.

Estou aproveitando esses últimos dias do ano pra matar vontades frívolas porque quero manter distância dos supérfluos açucarados e afarinhados ao retomar uma rotina de exercícios. De sabores doces, vou manter as frutas, iogurtes, sucos, gelatina, chocolate com 70% de cacau ou mais e, agora no verão, picolés, sovetes e sorbets de frutas que forem light ou diet. O resto, posso e quero passar sem. Mas se tiver muita vontade de qualquer coisa supérflua, salgado ou doce, vou e mato. Mas vai ser só uma vontade por semana. Quarta-feira, sei lá, bateu desejo de torta de frango? Beleza, vou lá e como um pedaço. E assim vou retomando hábitos mais saudáveis. Acho que pra mim um dia da semana tá bom -- pelo andar da minha reeducação alimentar. Mas se um dia fosse pouco pra mim, me permitiria dois ou três e com o tempo iria diminuindo.

Então, vontades frívolas, eu tô ficando boa no olhômetro. rs Fui na Ofner e tomei 100g exatos de sorvete: duas pequenininhas de morango zero e pistache e a outra maiorzinha do dulcíssimo creme holandês -- quero matar quem inventou... rs O morango zero é absurdamente bom. Provem. Acho que vou mandar email pra Ofner e perguntar quatas calorias tem e se tem gordura trans -- apesar de que, hoje em dia, quase nenhum sorvete mais tem, né? rs

Bem, o que mais eu comi hoje? Tava na rua e só tinha Pão de Açúcar no caminho, então entrei e olha a louca... rs Fui na padoca, comprei dois pãezinhos integrais -- são pequenos. Aí, fui nos frios e pedi 50g de blanquet de peru e 50g de queijo prato light. Não tinha nenhuma bebida gelada, então fui no café e pedi um suco de laranja -- eles fazem na hora. Aí, pedi faquinha de plástico, sentei numa das mesinhas e almocei. rs Ah, o pão sem miolo, claro. Tava ótimo. rs Melhor que aqueles lanches de croissant gelados que eles têm ou aqueles lanches prontos no pão de forma branco com maionese. Eca. Não sei quem come pão gelado. Eu não como! rs Só depois é que reparei que eles têm salada de fruta pronta na seção de frutas, mas aí já tinha comido. E como não me bateu a idéia de ir nos iogurtes? Duh! Acho que foi a fome... rs

A moça do café primeiro me olhou estranho, depois sorriu. Acho que ela achou que eu tava grávida. rs Alô, Lucília Diniz! Vamos melhorar esse café, amore! Afinal, Pão de Açúcar é lugar de gente feliz. :D

Ui! Preciso correr pra fazer as unhas! Depois ponho fotinho, que nem a Aline. rs (Preciso comprar pilhas recarregáveis pra minha máquina, tá insuportável trocar pilha toda hora...)

Brigaduuu

Deixei um presentinho de fim de ano pra vocês lá no Orkut. Vai em fotos, depois presentes. :)
É uma maneira de agradecer -- da minha coleção e tá tudo arrumadinho, viu Ju? rs
Eu sei que nem todas vocês estão no Orkut ou gostam, mas depois eu mando DM no Twitter.
Ainda assim vai faltar Lima e Marília. Em qual dos dois vocês estão, meninas? Se não estão em nenhum, deixem um comentário me passando seus emails pra eu poder passar a localização do presente. Só o email, ok? Assim eu vejo e já apago o comentário em vez de publicar.
Brigada, viu? Mesmo. ♥

domingo, 27 de dezembro de 2009

35 coisas sobre mim II

Infância

© Getty

01. Já fiz xixi de tanto rir. :D
02. Jogava queimada no meio da rua.
03. Um dia fui pra escola usando um conjunto de seis pulseiras de ouro da minha mãe. Não cabiam, então eu não baixei o braço o dia inteiro. Mas fui. Liiiiiinda. rs
04. Adorava brincar de apresentar programa de culinária!
05. Minha primeira Caloi: deixei um menino que nunca vi dar uma volta e ele levou embora. :(
06. Tenho foto autografada do Ricky Martin pirralhinho de tudo. Por que nós não casamos? Vida triste... rs


07. Monteiro Lobato: ler e depois colorir as ilustrações.


08. Turma do Balão Mágico e os discos no último volume.
09. Caía muito da bike sempre que tentava pedalar em pé. Mas um dia consegui. rs
10. Mafalda: favorita. :)


11. Fui ver o Menudo no estádio do Morumbi com 10 anos. A irmã mais mais velha de uma amiguinha levou. É claro que minha mãe nem tentou discutir, tal era meu estado hipnótico. rs


12. Assistir o Sítio do Picapau Amarelo com aquele elenco. Saudade!


Sítio do Picapau Amarelo - Abertura (1977)

13. Os meninos nunca queriam jogar futebol no time rival ao meu. Eu era temida pelos gols e pelas caneladas. rs
14. Fiz o coelho em Alice no País das Maravilhas. :)
15. Nunca fiquei de recuperação. Mas era mais outsider que CDF.
16. Com 10 anos, mudamos pra Aclimação.
17. Nunca fui pra Disney. Não ligo.
18. É claro que eu comia Danette com o dedo.
19. Tive relógio de trocar pulseira Champion e Technos. E quem disse que essa moda acabou? rs


20. O primeiro quarto que tive só pra mim era cor-de-rosa da Babylândia.
21. Plunct Plact Zuuum não vai a lugar nenhum. :D


Raul Seixas - O carimbador maluco

22. Nado borboleta: como as gêmeas japa e fodon4s empataram, fiquei com a medalha de prata. Win. rs
23. Caí de bund4 em pedra de cachoeira escorregadia. Agora só com bota antiderrapante, ok? Não insista. rs
24. "The Neverending Story" era meu filme favorito. O que era aquele dragão da sorte que parecia um super fofo cão gigante! rs


The Neverending Story - Falkor scenes

25. Tive Barbie e Susi. Preferia muito mais a Susi.


Jornal da Gazeta - Susi quarentona! rs

26. Ah, o misto quente da cantina da escola!
27. Estudar na Liberdade: meu círculo de amigas era muito japa. rs


28. Tinha uma pitangueira na frente de casa e a gente fazia de um tudo pra alcançar as pitangas.
29. Catálogos da Avon: eu e as amigas sentávamos no degrau de casa e folheávamos ávidas do que iríamos comprar. Brincadeira de menina! :)
30. O Falcon do meu irmão sempre namorou com a minha Barbie escondido. Não é à toa que ela logo começou a pegar a Susi. Pô, olha este homem. Nem de brincadeira servia! Muito tosco. rs


31. Na hora do recreio, trocar papel de carta.
32. Tive amigas com nomes shakespearianos como Cornélia.
33. Lanchinho da tarde preferido de férias no interior: bolacha de água e sal com doce de leite e chá mate quentinho.
34. Rádio AM sempre sintonizada na cozinha: "Oiiiiii, gente"! rs
35. Brincava de nave espacial dentro do guarda-roupa. Com lanterna pra enxergar os controles da nave, lógico. rs

sábado, 26 de dezembro de 2009

Are you coming? This is The Polar Express!

Um filme me redimiu ontem à noite, salvou meu Natal.


Pode clicar que dá um lindo papel de parede.
Meu presente pra vocês. :)


Matthew Hall and Meagan Moore - When Christmas comes to town


Tom Hanks - Hot chocolate

"Só temos uma regra aqui: nunca deixar esfriar!" rs
;)

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Antipost de Natal

Este não é um post feliz de Natal. Ainda dá tempo de não ler.

Olha o perigo na caixa preta. o_O Dei de cara com eles no Pão de Açúcar, na verdade foi na terça-feira. Muitas memórias boas de Buenos Aires. Em outros tempos, teria trazido pra casa numa boa -- apesar do preço que se cobra aqui, mil vezes mais do que se paga lá, mas, enfim... Eu passei por eles, dei uma de impávido colosso e funcionou mesmo. Eu vim embora pra casa numa boa, nem doeu. E daí depois eu fui pro shopping, até tomei um sorvetinho, foi tudo bem. E HOJE... Tinha que ser hoje, não? Olha, a primeira coisa que eu pensei foi que se eu tivesse comprado, HOJE eu teria detonado tudo sem dó nem pena. Até os 25 bombons que eu comprei pra minha amiga australiana estão bem na minha frente e continuam sendo dela. Porque se eu colocasse um na boca, HOJE, eu comia TODOS. EU NÃO COMI AS EMOÇÕES DE NOVO. Mas ainda penso desse jeito. Então eu venho aqui e escrevo o que eu penso. Escrevo que se tivesse perto, eu comia. Escrevo que me empanturrava. Escrevo que eu tomei a pancada, mas não reagi do mesmo jeito que eu sempre reagi. Eu só tomei a pancada. Mas eu não comi. E mesmo que eu tenha que passar UM DIA INTEIRO DOENDO, eu posso, EU CONSIGO. É claro que eu quero aliviar a dor, é lógico que eu quero, mas NÃO VAI MUDAR UM FATO, uma situação, uma realidade, uma pessoa. Só vai, além de NÃO fazer passar a minha dor por mais do que apenas algumas horas, só vai me deixar mais doente. Não, nem todo gordo é doente, mas eu sou, a doença é exatamente ESTE COMPORTAMENTO. E por que eu ia querer sofrer mais continuando doente? NÃO QUERO. ENTÃO EU NÃO COMO. PODE DOER O QUANTO QUISER. EU NÃO VOU MAIS USAR ESSE FALSO REMÉDIO.

Que m3rd4 de post de Natal. :'(
Mas eu avisei na primeira linha. Amanhã vai ser muito melhor do que hoje. Amanhã todo mundo pode ler de novo. I am so fuck1ng sorry. Mas eu tinha que escrever.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Da janela do meu quarto...

...eu vejo que amanheceu assim hoje.


Bom acordar! :D

35 coisas sobre mim

Como eu comecei o blog com 34 anos e fiz aniversário recentemente, achei que seria bacana fazer uma listinha com 35 coisas sobre mim. É um jeito fácil de me deixar conhecer -- sinceramente, acho que 35 eu consigo, mas cem já é um pouco demais pra minha ostrinha interior. rs

35 coisas sobre mim

01. Bella é por causa da Isabella Rossellini.



02. Sou muito musical, realmente nerd no assunto.
03. Pergunte-me o que quiser sobre música. Se eu não souber, descubro. rs
04. Meu cabelo sofreu várias metamorfoses naturais. Já foi tão liso que nem maria-chiquinha parava. Hoje é tó-nhó-nhóim: você puxa, o cacho faz tó-nhó-nhóim e volta pro lugar. rs
05. Cresci na Mooca e a Mooca não saiu de mim. :)



06. Adoro ter nascido numa época que não tinha interwebs. Mas, sim, é bacana a revolução informacional pós-Gutenberg. rs
07. Delta blues foi a última coisa que tive tempo de "estudar". :)


Skip James - Devil got my woman (o bluesman)


Beck - Devil got my woman (o cover)

08. Meu primeiro acesso à internet foi em 1996, na redação. Fui no Yahoo, na CNN e depois num chat da Turquia -- sempre fui fascinada pelo país, então imagina poder falar com pessoas de lá, pelo computer! Ingenuamente, entrei como "bikinigirl" por causa das praias brasileiras. E em 30 segundos eu sabia o que era cybersex. rs
09. Marcel Proust: gênio.



10. Amo o interiorrr. Saudades! Depois do primeiro beijo, não queria mais saber de férias por lá. Saco. Estragou tudo. rs
11. Eu ousei mudar a minha vida na metade do caminho. Você sabe o que é ousadia? Pergunte-me como.
12. Pra falar, sou tímida. Falo pouco e escrevo muito.
13. Meu nome começa com L. :)
14. Sorrio muito. Dia desses um amigo me pediu uma foto minha séria. Tive que tirar uma. Não gostei e não mandei. rs
15. Plié, pas de bourrée, enchantée!



16. Meu primeiro emprego foi de jornalista. O segundo não lembro. rs
17. Me apaixonei perdidamente pelo Federico García Lorca aos 16 anos. Foi sério o negócio. rs



18. Quero conhecer o Marrocos.
19. Bowie is god. Mas não que eu deixe de amar o Clapton. rs


David Bowie - Heroes (live)


Eric Clapton - Bad love

20. Quero aprender a dançar flamenco desde a trilogia flamenca do Carlos Saura -- leia-se "Bodas de Sangre", "Carmen" e "Amor Brujo".


Carlos Saura - Bodas de Sangre (trailer)

21. Das pessoas mais desagradáveis que já conheci, a maioria tinha poder ou fama. E geralmente as que têm só fama querem ter poder. rs
22. Adoro a sonoridade que sopra do oriente, desde nomes tradicionais da música árabe e persa a bandas ocidentais influenciadas por esse tipo de música.


Aziz Herawi


Niyaz – Allahi Allah

23. Adoro Pedro Almodóvar. No começo dos 80 é trash, bem John Waters, muito filme B encontra Tarantino sem censura. A partir de "Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos", fica light e pronto pro consumo das massas hollywoodianas. E não que seja menos divertido ou dramático, é só menos hardcore. rs


Pedro Almodóvar (light) - Women on the Verge of a Nervous Breakdown

24. Acho mais fácil me expressar em inglês que em português. Don't ask. rs
25. "Paris, Texas" é um filme perfeito porque reúne história do Sam Shepard, direção do Wim Wenders e música do Ry Cooder. Nastassja Kinski (polêmico símbolo sexual dos 80) no auge.


Wim Wenders - Paris, Texas (trailer)

26. Fiquei tão fascinada por Andy Warhol na adolescência que comprei e li os diários. É puro blog muito antes da interwebs.



27. Acho que eu poderia viver só de pistache. :9
28. Tenho FM até no nome. ;)
29. Sempre interagi e produzi conteúdo na internet, mas era tudo em inglês, nada era .com.br, só o provedor. Aí, quando fecharam o Napster, cansei. E exatamente no meu break naturalista, alguém me vem com esse negócio de web 2.0. De repente, "todo mundo" tinha computer e até se falava português. rs



30. Fernando Pessoa, fado, José Saramago, vinho do Porto. Eu simplesmente amo Portugal.



31. A primeira vez que me senti realmente gorda foi com 69kg. Então, fiz meu primeiro regime (oficial, com endocrino) e afinei 6kg em um mês. Esse foi meu peso mais magro na vida adulta: 63kg.
32. Descobri que tinha Síndrome do Ovário Policístico aos 16 anos. Achava "engraçado" tomar anticoncepcional tão nova porque, pra mim, só servia pra uma coisa.
33. Hoje eu sei que nem tudo que eu quero é o melhor pra mim e nem tudo que eu quero necessariamente vai acontecer. A vida é mais, muito mais do que simplesmente o que a gente quer. Nós não temos o controle sobre tudo porque o destino não é 100% o que fazemos, tem um elemento de acaso nele que nós não controlamos. E ainda bem que é assim!
34. Acredito em Deus. Onde eu não sei o que fazer, Ele sabe e me mostra.
35. Quando minha mãe viu "Bridget Jones's Diary", falou: "Olha lá, é você"! Mas, não, eu nunca usei aquelas calcinhas... rs


Sharon Maguire - Bridget Jones's Diary (trailer)

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Malhar em jejum, subir escadas, caminhar: mitos?

Bacaníssima coluna do Marcio Atalla sobre mitos comuns relacionados ao emagrecimento.
Você acha que malhar em jejum é bom?
Acha que suar bastante é sinal de que está emagrecendo?
E caminhar, emagrece, afinal?

Malhar em jejum emagrece
Mito perigoso

Ao levantar, normalmente um pessoa está há oito horas sem comer e com a taxa de glicose bem baixa no sangue. Com a glicose baixa, e para todas as atividades físicas, de tomar banho a malhar, o corpo deverá se alimentar de outra fonte de energia e, antes de escolher a gordura, foca na massa muscular. A pessoa acaba perdendo massa muscular sem perder gordura. E pode até desmaiar. Antes de malhar, coma uma fonte de carboidrato leve, uma fruta, um suco ou um pedacinho de pão. E, ao longo das duas horas posteriores à atividade, faça uma refeição mais completa. Essas horas são as mais importantes para se alimentar. É nesse momento que seu metabolismo está acelerado, hora certa de repor os carboidratos, proteínas e boas fontes de gorduras (como azeite, castanha e leite desnatado), perdidos durante o exercício.

Suar significa emagrecer
Mito molhado

"Eu vejo gente que coloca roupas superpesadas para transpirar mais durante o exercício, pensando que isso ajuda a emagrecer", diz Atalla. Pelo contrário: a pessoa vai desidratar, cansar-se mais rapidamente, fazer menos atividade física porque vai parar antes do que deveria e o resultado só piora. Da mesma forma, medicamentos diuréticos, que aceleram a eliminação da água do corpo através da urina, fazem perder até 2kg. No dia seguinte, a pessoa que ingeriu o remédio repõe naturalmente esses quilinhos apenas com as refeições tradicionais. Pior: os diuréticos fazem o corpo perder muitos sais minerais, causando um desequilíbrio de cálcio e potássio que é muito perigoso. "E começa a ficar mais perigoso ainda em mulheres perto dos 40 anos, próximas à menopausa. Perder cálcio pode levar à osteoporose", afirma o especialista.

Caminhar emagrece
Mito leve

Não é o simples fato de caminhar que faz emagrecer e eliminar gorduras, mas o ritmo correto da caminhada. Se a pessoa consegue caminhar e conversar, está muito leve. Por outro lado, se ela não consegue trocar nenhuma frase com outra pessoa, a caminhada está muito pesada. O ideal é que ela não esteja tão confortável a ponto de não
conseguir conversar e nem tão ofegante que não consiga falar direito. Outro detalhe é o tempo. Indica-se ao menos 30 minutos de caminhada porque, a partir do vigésimo minuto, a gordura passa a ser fonte primária da queima de energia no exercício físico. "Uma boa dica é da OMS: acumular 150 minutos durante a semana, ou 30 minutos por cinco dias", afirma Atalla.

- 7 mitos sobre emagrecer com exercícios físicos

Adoro! :D (Tirando todos os erros do repórter... rs) Pra ler sobre os outros 4 mitos que as pessoas teimam em perpeturar, clique no link acima. Subir escadas é outro, viu? A menos que você JÁ TENHA um super condicionamento físico, porque "frequência alta não é eficiente para perder gordura".

Castanhas, nozes e damascos: o ano inteiro!

Na cozinha da Bella tem...
As famosas oleaginosas e um docinho com damasco seco. :)
Engraçado que são consideradas natalinas, mas pra mim estão presentes o ano inteiro.


Amêndoas sem casca, damasco seco, castanha do Pará, castanha de caju, nozes

Consumo diariamente todos, menos o damasco, que vario com outras opções de doces. Só tá faltando aí o pistache, mas no momento como tenho aquele gostosão libanês, não comprei a granel. As amêndoas sem casca comprei assim dessa vez porque, onde eu compro, com casca tava muito feinha e pequena, mas descobri que prefiro... É mais gostosa com casca, sem falar que tem mais fibras. Outra oleaginosa que tá faltando aí é a noz pecã, que também deixo de comprar quando não gosto da aparência.

Tudo isso junto é muito caro, mas vejo como um investimento na saúde. São gorduras do bem por perto, assim como o salmão, o atum, o azeite de oliva e o abacate, e eu preciso delas. Também de vez em quando coloco duas azeitonas na salada picadinhas, dá um gostinho a mais, mas troco direto a água assim que compro (geralmente a granel) pra tirar todo aquele sal.

Falando em sal, consumo todas as oleaginosas in natura, ou seja, elas não são torradas e nem salgadas. Gosto de todas assim mesmo. Já me acostumei até com a castanha de caju, que é branca in natura. Avelãs não compro, mas nessa época do Natal tem porque ganho na cesta. O damasco seco é uma opção doce e pouco calórica que dá pra ter sempre à mão. Às vezes invento de colocar picadinho até no arroz integral, pra dar uma incrementada, que nem uva passa.

As oleaginosas devem ser consumidas com moderação, porque são bastante calóricas. Entram na minha alimentação diária como bônus da gordura do bem, mas em compensação saíram muitas outras calorias do meu menu pra dar lugar pra elas. Trocas inteligentes. :)

2009/10 redux

Em 2009 eu...
  • PERDI o juízo
  • GANHEI uma dor de cabeça para a qual não há remédio
  • APRENDI que devemos ter MUITO cuidado com o que desejamos, porque NOSSOS DESEJOS IMPERFEITOS E INCOMPLETOS (como sempre são) podem virar realidade
  • MUDEI de atitude
  • BEIJEI só de dar tchau
  • ESQUECI todas as orgias alimentares no dia seguinte, como se elas nunca tivessem existido
  • EXPERIMENTEI uma dor que ainda não conhecia
  • TERMINEI um canal
  • CHOREI, é claro
  • FUI irresponsável
  • VOLTEI a olhar pra mim
  • SUPEREI o veneno dos dardos que me atiraram
Em 2010 eu quero...
  • PERDER só se for pra ganhar
  • GANHAR tudo o que merecer
  • APRENDER a ler melhor as pessoas
  • MUDAR tudo o que pode ser aprimorado
  • BEIJAR de língua e só se for com amor RE-CÍ-PRO-CO
  • ESQUECER o que passou
  • EXPERIMENTAR novas amizades
  • TERMINAR a faculdade
  • CHORAR, não quero
  • IR pra onde Deus me levar
  • VOLTAR pra casa dos 7
  • SUPERAR o que tiver que ser (será), de cabeça erguida
(Because Aline wants, Aline gets...) ;)

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Sem preço, sem cadastro, sem lei?

Eu tenho que escrever isso porque é uó. o_O Fui numa grande rede popular hoje. E pra não me arriscar a tomar lawsuit na cara só por relatar um acontecido na interwebs, vou dizer apenas que o nome dessa loja tem dez letras, começa com "a" e termina com "s". Fui comprar chocolates brasileiros pra mandar pra uma amiga na Austrália. Aí peguei um daqueles pacotes grandes de sonho de valsa com avelã. Família, marido, filhos, acho delicado mandar um mimo doce que seja pra todos e agüente a viagem numa modesta caixinha dos correios. Pego o pacote e me dirijo ao caixa.

-- Esse produto não tá registrado, diz a moça me devolvendo com cara de "ah, desculpa, isso tá lá, mas não vendemos". rs
-- Como assim? Eu vi o preço em outra A________s e queria saber se aqui tá mais barato. Se tiver, vou levar.
-- É, mas...
-- Não dá pra pedir pra outra pessoa checar?
Ai, ai... Vai e vem... E alguns momentos depois... Vem um rapaz.
-- Ah, tem que ver quantos bomboms tem, só vendemos por unidade, me diz o rapaz, fazendo gesto de que vai abrir o pacote e contar um a um. rs
-- Não! Você vai abrir o pacote? (Eu queria dizer: "Não viola a minha mercadoria que é pra presente"!) rs
-- Ah, depois a senhora pega outro...
-- Ah, tá... É mesmo, respondi aliviada.
Conta conta conta... Tem 25 bombons. 25 vezes o preço da unidade... Rapaz me diz R$ 12 e alguma coisa, não me lembro ao certo.
-- Vou levar! (Na outra loja, onde o produto está devidamente cadastrado, era R$ 18).
Vou até a gôndola pegar outro pacote. Chego no caixa e...
-- Esse é trufa, senhora...
-- Hein? (Putz, é o de trufa... Ai, ai...)
Volto pra pegar o pacote certo. E?... NÃO TEM MAIS! rs
-- Não acredito, esse era o único pacote!
-- Sinto muito, senhora...
Nessas alturas, a fila já tava gigante...
-- Mas não tem outro no estoque?
-- Não.
-- Mas toda essa trabalheira pra nada?
Vendedora me olha com olhar de paisagem. Passo o outro item que tinha na mão, um lanche rápido.
Tô saindo da loja, pensando: "Saco! Não acreditooooo... Vai ficar muito feio tudo solto na caixa do Sedex. E se eu comprar uma caixa de presente? Vai sair caro. E caixa dentro de outra caixa? Não vai rolar... Já sei! Armarinho! Faço um pacote de presente com papel transparente, laço de fita e vai ficar mais bonito ainda..." Volto.
-- Mudei de idéia, vou levar solto mesmo.
Rapaz pega os bombons que tinha colocado numa cesta de compras. Põe numa sacola e me dá. Conto, só pra checar, e vou pro caixa. E a menina se põe a contar os bomboms tudo de novo! rs
-- Querida, tem 25, você não viu que acabei de contar?
-- Desculpe, senhora, mas eu tenho que contar o produto...
Ai, céus, tá bom, tá bom!

E aí, putz, sabe o que eu fiquei pensando depois? Sério mesmo? A mercadoria está exposta. Está sem preço. Isso acontece num supermercado, outros lugares, e o que a gente faz? Consulta num leitor óptico quando tem ou vai no caixa mais próximo perguntar, certo? Certo. O que diria a legislação sobre uma mercadoria exposta e não cadastrada, assim, simplesmente à venda, porém sem preço e sem cadastro no sistema da loja? E se fosse algo que não desse pra abrir e contar? Podia ser qualquer coisa! Podia ser um pacote de salgadinho, um vidro de perfume ou um sutiã, sei lá. Eu não teria o direito de levar de graça, não? Será que existe alguma coisa sobre isso na lei de direito do consumidor? Ah, taí uma coisa que eu adoraria saber! Ou tô pensando absurdismos aqui?... Será que o Procon me diz isso por telefone ou será que lá só serve pra reclamar?...

Saladômetro, mini tudo, lingüiça e sorvete

Fiz um almoço parecido com a saladão de outro dia, só que hoje fui mais comedida: deu R$ 22. rs É fato: a comida no Viena é cara. o_O Comi 531g -- aparece na notinha. E matei a vontade de lingüiça, finalmente! Além do saladão, o prato quente foi seis pedacinhos de lingüiça, uma mini cochinha, um mini croquete e uma mini bolinha de queijo -- que mais me pareceu ricota quando eu parti e provei ou então era queijo branco, porque mussarela é que não era. Não contente, tomei duas bolas de sorvete na Ofner: pistache e creme holandês -- na notinha, lê-se 100g. Nessa curiosidade matemática, acabei descobrindo que comi, numa única refeição, a módica quantia de 631g de comida. rs


Eu sei, parece muito, mas se eu fizesse a dieta dos Vigilantes do Peso, a salada contaria zero ou bem pouco. E talvez eu tivesse estourado nos pontos com o sorvete. Daí eu faria o quê no resto do dia? Ficaria em jejum? Equacionaria só no dia seguinte? Putz... rs Só sei que, obviamente, acho que só vou ter fome de novo lá pelas 22h -- almocei bem tarde. Você sabe que seu estômago tá vazio porque ele te avisa. Se eu tivesse que comer três horas depois desse almoço, simplesmente não conseguiria.

Então, quando eu sentir fome de novo, vou comer o quê? Calorias mínimas com quantidade, como uma salada (eu sei, eu nunca me canso). Talvez, porque tá muito quente, só um copo de leite de soja com suco de uva (ambos light, gosto meio a meio). Ah, e andei andei na volta pra casa, uma das grandes vantagens de não se ter carro.

Fazia muito tempo que eu não tomava sorvete, ainda mais da Ofner, então foi hoje. E tava muito gostoso. :) Foi naquele copinho pequeno. Todas as outras vezes, pegava o maior baldinho e colocava quatro bolas, fora o marshmallow e o amendoim em cima. Assim ficou até mais gostoso! Agora acho que vai demorar bastante pra eu ter vontade de novo. :)

Não sinto que coloquei o pé na jaca porque eu bem sei o que eu comia antes -- veja Lingüiça Toscana lá na caixa preta e compare. Os números de um dia podem até falar uma coisa aparentemente assustadora, mas a reeducação alimentar no grande esquema das coisas vai muito bem, obrigada. ;) Isso foi, também, minha "comilança" de Natal. Meu Natal definitivamente não é o mesmo que na maioria das famílias, aquela festança com muita gente e muita comida. Até que eu gostaria, sei lá, só pra ver como é! rs Quem sabe, um dia... :)

Foto: Viena

Gulodices natalinas

Taí o que ficou da cesta pra matar a curiosidade da Aline. :) Cara, eu tenho uma preguiça fenomenal de fotografar porque é um saco! Se você não segurar a máquina muito firme, já fica tudo sem foco. E o flash? Putz... Eu sou do tempo da Laica pesadona mesmo, da sala escura e das químicas que faziam a gente lacrimejar. Pô, nem parece que eu fiz fotografia. rs Detesto, detesto e detesto essas câmeras digitais de primeira geração. Mas é o que tem... :( Os panettones e praticamente tudo que veio na cesta natalina chiquetésima serão doados pra ala tia da família, fora o que já foi pra outras pessoas. E fica todo mundo feliz. rs

Panettones eram cinco, um já foi. rs Depois damascos secos (que eu gosto e já compro o ano todo) e avelãs.

Latinha de hummus, pistaches e molho pesto. À direita, docinhos de pistache variados. Cada unidade é do tamanho de um bombom e tem 60cal -- no rótulo, mas eu não acredito porque é tudo diferente. Tem até uns com torrone e um que diz "sugar free". rs Como vocês podem ver, é tudo engordativo, mas deixa de ser se você sabe como dosar. :)

Os biscoitinhos, que têm um leve sabor alaranjado, e óbvio que eu quero a latinha depois. rs

Os monólogos da balança

A Lima contou ontem lá no seu "Nova em mim" que ganhou 700g de leveza. Tá feliz, mas tá toda "ai, ai", suspirando mais que moça em parapeito de janela. rs 700g é o melhor dos mundos antes de 1kg. 600g quase nunca vem, né? Engraçado isso, é um número mais difícil na loteria da balança. rs 500g dá ânimo, é como um aplauso forte, com platéia dividida, mas ainda assim você sente que o jogo está a seu favor e você vai virar! 300g pode te deixar realmente deprê. Pior que 300g, só 100g mesmo. E depois vem o pior dos mundos: descobrir que você engordou!

Sabe, essas contagens de grama em grama me deixam doida e é exatamente por isso que não me peso com freqüência. É uma questão de manter a ansiedade sob controle, senão corro o risco de colocar tudo a perder: os quilitchos que já mandei pro espaço sideral junto com o péssimo hábito de comer as emoções -- e ansiedade é só uma delas, frustração vem junto, que nem pão com manteiga. rs Mas é claro que a freqüência da pesagem não é só uma questão de ansiedade. Nem todo mundo é ansioso -- creio eu, ainda existem pessoas mais calmas nesse mundo. rs E outra coisa que influencia é também quantos quilos você quer detonar. Se são só 5kg, seria mais lógico se pesar uma vez por semana. Agora pra quem tá no grupo de 10kg ou mais ou muuuuuuuitos, como eu, já acho mais lógico manter uma certa distância da dita cuja -- e os níveis de ansiedade controladinhos. Esse jogo de dominar a ansiedade é, pra mim, como adestrar cachorro bravo ou transformar um doido que baba num sereno, positivo, cooperativo e sorridente Dalai Lama. rs

Mas outras pessoas têm um tipo de ansiedade que é (ou parece ser) o contrário da minha: elas ficam ansiosas se não se pesarem com freqüência. rs Você é assim? Precisa conferir, checar, saber, tanto quanto possível, que a mudança de hábitos está valendo a pena? A balança é quem diz, mas não tem a palavra final sobre o seu progresso. O progresso é maior que os números porque envolve muito mais. Envolve ver as roupas alargando, sua pele mais bonita e mais viçosa, seus cabelos, idem, suas unhas mais fortes. Envolve fazer um checkup depois de seis meses e descobrir que você está mais saudável, mesmo que suas taxas de colesterol ainda estejam altas, mas estão menos altas! (Sem esquecer que o colesterol ingerido é só uma pequeníssima parte do total, o resto é seu fígado que faz, viu, são seus genes...)

Mais importante ainda, progresso envolve lidar com o que te faz engordar, porque não é só a comida, quase nunca é. Ganhar leveza quase nunca é uma simples matemática de comer menos e gastar mais. Pode ser pra uma pessoa que precisa "perder dois quilinhos", mas não pra nós. "Coma menos, gaste mais" é de uma obviedade tão irritante quanto dizer pra um físico que não consegue resolver uma equação difícil que e=mc². "Tá, me fala uma coisa que eu não sei"... rs O progresso envolve, também, perguntas e respostas difíceis. Por que eu engorei? Por que perdi o controle? Por que fiz isso comigo? Me mostre um blog de emagrecimento cujo dono ou dona nunca se fez uma dessas perguntas ou todas. E existe?...

E aí eu te pergunto, sobre a dança dos números: o que você prefere é o que é melhor pra você? Bem, hoje eu prefiro comer lasanha e meio chocottone de sobremesa. Vai rolar? Não vai, porque o que eu quero não é o que é melhor pra mim. Você pode preferir se pesar todo dia, de manhã, em jejum, depois do xixi, depois do número dois e antes do banho -- porque se você tem cabelão e lavou, pronto, já lascou, "porque o peso molecular de h2o"... rs Se o seu hábito é diário, você tá preparada pra lidar com a dança dos números pra baixo e pra cima todo santo dia? É melhor que seja toda semana? É ainda melhor que seja de 15 em 15 dias? Uma vez por mês já tá bom?

Muita gente diz que não conta calorias porque é chato ou obsessivo. Mas nem nota que transfere a chatice e a obssessão da comida pro visor da balança. rs Equacione a dança dos números com o que é melhor pra você levando em conta VOCÊ (ansiedade, seus sentimentos relacionados ao peso) e o SEU caminho a percorrer (quantos quilos quer mandar pro espaço sideral). E não se esqueça que o visor da balança é apenas um medidor do seu progresso que serve pra você saber o quanto emagreceu e o que fazer pra melhorar caso você tenha engordado ou chegado num platô. O resto é psicológico, que nem a música do Cazuza: "o nosso amor a gente inventa pra se distrair"... rs

O que eu quero dizer com isso é: a balança é um instrumento medidor importante, mas não tem motivo pra se ter uma relação de amor e ódio com uma coisa, um objeto. Sua relação com a comida não era justamente assim? Se a balança vai falar com você de grama em grama ou de quilo em quilo, esse diálogo tá na sua mão, porque na verdade não é um diálogo, é um monólogo. Se ela vai te deixar feliz ou frustrado, com raiva ou contente, depende de você, de quantas vezes você sobe nela e o que você faz com os resultados que ela te dá. Esses monólogos da balança, eu sei, são inevitáveis, mas quem tá no controle das suas emoções e do seu percurso é você. Se você enxergar a balança objetivamente, saibará usá-la da melhor forma. É o mesmo com a comida -- ou não é? Food for thought?... rs E obviamente o título desse post eu tirei de outros famosos monólogos femininos. ;)

Minha próxima pesagem? Putz, agora só dia 9/1. rs E eu já tô preparada pra duas coisas: 1) evolução modestíssima, porque fim de ano é fim de ano e 2) já sei que emagreci, porque se cometi excessos e engordei, simplesmente não fiquei sabendo nesse meio tempo e já tive tempo de recuperar o preju. Taí todo meu motivo pra só me pesar uma vez por mês. É puramente dalailâmica minha lógica. rs Monstro da ansiedade ZERO x Bella 85,6. E vamo que vamo! :D

Ilustração: Andréa Cordoniz

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Magra demais?

Diz um ditado infame de Hollyweird: you can never be too thin or too rich. Em bom português, você nunca pode ser magro demais ou rico demais em Hollywood. Tava lá fuçando (leia-se killing time) no Twitter quando me deparei com uns comentários sobre a Brittany Murphy ter "morrido de magreza". Afe. Calma lá, né? Sabemos que ela teve um ataque fulminante do coração, o que não é incomum em mulheres depois dos 30, e também que tinha diabetes tipo 2. O resto, e o que mais houver, a gente não sabe oficialmente -- e quiçá saberemos. Mesmo assim, eis que me deparo com a seguinte informação...

...what many people who knew the actress noticed most was her recent severe weight loss.
“She looked painfully thin, even sick. She looked like she hadn’t eaten in who knows how long, her skin was terrible,” said one person who observed Murphy in recent weeks.
Magazine editors who recently saw photos of Murphy agreed, and said her health was a factor in deciding against running pictures from an event she attended in early December.
“She looked terrible. So thin. We all noticed and commented on it,” said one editor at a prominent celebrity weekly.
“People had been really worried about her for some time now,” said another person who often traveled in the same Hollywood circles as Murphy. “It’s too bad no one was able to say something that would get through to her.”
- MSNBC, 20/12/09

Olha, pode ser que eu seja muito suspeita porque curtia o trabalho dela, mas... Com as coisas que a gente vê entre celebridades (o vento não levou nem Victoria Beckham, nem Courtney Love), fora todas aquelas photoshopagens ridiculamente absurdas deformando modelos em capas de revista ou copiando e colando cabeça de uma no corpo da outra, eu simplesmente não olho mais pra uma foto do mesmo jeito.

De qualquer maneira, se havia mesmo nela uma magreza excessiva, causada por distúrbios alimentares ou não, isso teria contribuído pra deixá-la mais fraca e suscetível a doenças. Por outro lado, também pode ser que problemas de saúde tenham-na feito perder muito peso. E, aí, supondo que existiam as duas coisas, o que veio primeiro?... Só sei que essa possível relação entre magreza excessiva e um coração tão jovem simplesmente parar de funcionar me assustou um pouco. Espero, realmente, que a gente saiba o que aconteceu. E, se for o caso, que sirva de alerta.

É de f... Nem as minhas sobressalências adiposas são saudáveis, nem é isso tudo aí que muitos consomem e até aplaudem.

domingo, 20 de dezembro de 2009

R.I.P. Brittany Murphy



R.I.P.
Brittany Murphy
:(



Pérola na ostra

Abrimos a cesta. Quase tudo tem destino certo: out and away from here! rs Só coisa fina, é tudo uma delícia, mas fui olhando cada rótulo (info nutricional, ingredientes e calorias) e decidindo o que ficava. É distribuindo doçura que se ganha leveza! rs

Falando em doçura, só que essa zero caloria, estou aproveitando o ócio pra fazer algo que sempre quis fazer desde que começaram a descobrir o Plus Belle: conhecer melhor vocês! Com exceção de Li e Lu, que já conheço porque são do Trio Inspiration -- quem não sabe o que é, veja na minha barra lateral, tá? :)
Gente, que delícia voltar no blog de vocês e ler seus primeiros posts! Ri muito, fiz muitas anotações mentais, me emocionei com coisas que não tinha a menor idéia... o_O Eu tô muito emocionalmente grávida atualmente. rs
So far: já li Ju e tô lendo Aline. :)

Ah, como eu sei que tem uns selinhos aí esperando por mim, tô pensando em sair um tiquinho da regra. Será que as donas fazedoras de selinhos ficariam bravas comigo? Não sei se pego, agradeço e fujo da regra ou se espero esse blog ter leitoras suficientes pra poder passá-los adiante. rs
Ai, meus caracóis! Preciso mesmo sair por aí nessa blogosfera light, né? Gente, socorro, fico muito tímida! Ai, sei lá, isso é uma coisa que tenho que ver... Sabe pérola na ostra? Acho que ainda tô muito assim... rs

Momento musical, ouvindo agora, catártico!
Adoooooooro. :D


Elton John - I'm still standing (live)

Ah, sim, o pistache dos deuses made in Lebanon que falei sempre vem nessa cesta natalina quase toda de especialidades árabes. To die for! Trocadilhos infames à parte. rs


Agora vem a melhor informação... rs 10g tem 60cal. A lata tem 350g. Do the math! Afe, ninguém merece. rs Um filme, um sofá, zero namorado, uma lata de pistaches libaneses. Tamanho do preju? 2.100cal pra dentro. Nem morta, amores! Vou comer uma vez por semana e dez de cada vez. Vai durar até o carnaval... :D

Pistache (é calórico, mas):
  • tem zero colesterol
  • tem uma boa proporção carbo/proteína
  • dos carbos, tem mais fibra que açúcares e amido
  • das gorduras, a maioria é insaturada (mono e poli)
  • tem ainda ômegas 3 e 6
  • e um monte de vitaminas e minerais

Pô, quero mais o quê? rs

Meu almoço de hoje: salmão, catalonha, arroz integral, saladinha de tomate, pepino e cebola.
Sobremesa: um fatia de torta de ricota tão leve que flutua. rs Tinha canela em cima e um sabor tão sutil e quase nada doce que me lembrei de Aline Virtus na horinha mesma. :)

sábado, 19 de dezembro de 2009

Motivação na superação dos outros

Como estou de férias e dá tempo de ver TV em horário que eu estaria em aula, assisti ao Globo Repórter ontem. Pra minha surpresa, o programa não foi sobre golfinhos e outros animaizinhos fofos, o assunto da noite fomos nós mesmos, os humanos. rs Melhor ainda, o tema foi "volta por cima": exatamente o que eu precisava ver e ouvir agora. Achei maravilhosos todos os exemplos de superação, perseverança, crença em si e gana, alegria de viver!

As pessoas dos vídeos que vou colocar aqui pra eu mesma poder rever me tocaram de modo especial. Mas vocês sabem que os vídeos da Globo têm data de validade, então assistam já, hoje, agora, imediatamente! E esqueçam qualquer ínfima bobagem que os deixe desanimados ou desencorajados em qualquer objetivo que você tenha nesse momento, seja ele o emagrecimento ou não. Família, trabalho, amigos, estudos, saúde, não importa de onde venham os aborrecimentos, as dificuldades ou até pessoas medíocres que fazem questão de se colocar no seu caminho só pra te atrasar ou fazer você pensar que não vai ter gana o suficiente pra chegar lá.

Assista a esses vídeos e simplesmente esqueça! Ouça o que essas pessoas têm pra te contar sobre superação e perseverança. Me fez um bem que eu nem te conto. Aperta o play e renove-se de plena energia, autoconfiança e fé em Deus pra prosseguir no seu caminho!


Eu escolhi amar!
(Maria da Conceição Oliveira Hamester)


...a minha alegria e a minha fé o seduziram.
As circunstâncias da vida, as coisas difíceis, os planos de Deus, o que for, não é isso que nos destrói e nos atinge. O que nos atinge é a forma de enfrentar. Eu só choro por emoção. O sofrimento me faz crescer.
(Virgínia Diniz Carneiro)


A derrota, realmente, faz parte da vida. Quando nos sentimos lá no fundo do poço, caídos, temos vontade de levantar.
Disseram que eu estava fazendo uma loucura, que não ia ter nem tempo de clinicar porque quando eu terminar já estou chegando no final da minha vida.
Eu quero ainda contribuir com o ser humano e minimizar o sofrimento de algumas pessoas. Claro que serão poucas, mas eu vou conseguir.
(Adiléa Lopes)


Oferecem um prato de comida, um refrigerante. Mas ninguém quer saber do seu problema.
As pessoas dizem que quem está na rua tem duas alternativas: ou se droga ou fica louco. Na verdade, eu preferi a loucura de escrever e ler.
(Marivaldo da Silva Santos)


Acredito que sem aquela dificuldade talvez não tivesse tanta força para chegar aonde eu cheguei.
...não é o dinheiro que faz a diferença e, sim, o sonho que a pessoa tem. O que deseja e tem no coração, ela conquista. Basta não desistir.
(Sérgio Fagundes)


Eu fiquei com a cabeça sã em um corpo relativamente morto. Isso é muito marcante.
Alguns até me chamaram de louco, perguntaram como eu ia cavalgar.
Se eu não lutar por aquilo que me move, de que adianta viver?
Nosso corpo é a matéria que, às vezes, a gente dá tanto valor, que serve para alcançarmos objetivos terrestres. Mas nossa essência, nossa alma, é muito mais forte.
(Messias de Oliveira)

Maria Ceiça, Virgínia, Adiléa, Marivaldo, Sérgio e Messias, obrigada! Vocês acabaram de tocar a vida de mais uma pessoa. Que as bênçãos se multipliquem ainda mais aqui na internet e alcancem o inalcançável. Amém! :)

Fibras: amigas do peito e da cintura!

Alimentos ricos em fibras fazem uma espécie de faxina natural no corpo e são importantes aliados na prevenção de várias doenças, entre elas o diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares, por isso é essencial inclui-los na sua alimentação. Nosso sistema digestivo não absorve as fibras dos alimentos, elas simplesmente passam fazendo o seu trabalho, são como inspetoras do sistema digestivo e grandes aliadas da saúde que a natureza nos dá de graça. Mas, é claro, eu sei que muita gente deve estar se perguntando só uma coisa... Fibra emagrece? Resposta: a baixa ingestão de fibras é considerada um dos fatores que contribuem para a epidemia de obesidade em todo mundo -- veremos como e por que isso acontece. Então, lembre-se: as fibras são suas amigas do peito, elas fazem bem pro seu coração, mas também pra sua cintura! ;)


Quais alimentos contêm fibras?
Qualquer alimento de origem vegetal: frutas, verduras, legumes, cereais e grãos integrais, sementes (como a linhaça) e oleaginosas (nozes e castanhas).
É importante ressaltar a palavra integral: no processo industrial de refinação, os cereais e grãos perdem grande quantidade das fibras presentes naturalmente nesses alimentos. Assim, o arroz integral tem mais fibras que o arroz branco; a farinha de trigo integral tem mais fibras que a farinha de trigo branca e assim por diante.

Quais os tipos de fibras?
São dois: solúveis e insolúveis.
Esse negócio de chamar fibra de "solúvel" e "insolúvel" é só um critério de classificação. Indica apenas que a fibra solúvel incha na presença de água muitíssimo mais que a insolúvel. A maioria dos alimentos ricos em fibras possuem os dois tipos. Enquanto a polpa da ameixa é rica em fibra solúvel, por exemplo, a casca tem fibra insolúvel.

Qual a diferença?
Cada tipo de fibra tem seu papel e cada uma vai contribuir de um jeito pra melhorar sua saúde -- e ajudar no seu emagrecimento.
Vamos olhar mais de perto pra esses benefícios!


Alimentos ricos em fibras (qualquer uma das duas)
Promovem saciedade por mais tempo porque sua digestão é mais lenta -- a começar pela boca, porque você precisa mastigar mais. Quem está satisfeito come menos. Isso é o benefício básico e número um que você precisa saber.
É por isso que se você começar a refeição por uma farta e variada salada, naturalmente tende a comer menos depois. Alimentos de baixas calorias e ricos em fibras adicionados às refeições irão promover rápida e prolongada saciedade. Assim, você comerá menos daqueles alimentos mais engordativos e vai emagrecer feliz da vida.
Pense nisso da próxima vez que você se espantar com a quantidade de comida que alguém come. "Nossa, que pratinho pequeno, como você come pouco"! Comece a prestar atenção no que tem no prato e não na quantidade. Assim, você vai ver que ninguém é mais forte que você porque come menos. rs
A salada no almoço é só o exemplo mais manjado e nem todo mundo gosta de salada. Vamos aprender, mais adiante, como turbinar o emagrecimento ao longo do dia ingerindo alimentos ricos em fibras e de baixas calorias -- e também com equilíbrio e sem exageros, hein, porque tudo em excesso faz mal.

Antes de prosseguir, vamos dar uma olhadinha em três importantes órgãos do sistema digestivo pra entender melhor como atuam os alimentos ricos em fibras. :)


© Kellogg's Nutrition

ESTÔMAGO, onde os ácidos da digestão quebram os alimentos para que os nutrientes possam ser absorvidos. Esse processo pode levar de uma a três horas.
INTESTINO DELGADO, onde os nutrientes são absorvidos.
INTESTINO GROSSO, onde bactérias do bem fornecem importantes componentes à saúde através do processo de fermentação.

Alimentos ricos em fibras solúveis
Absorvem água e formam uma espécie de gel durante a digestão, capturando os carboidratos e diminuindo a velocidade de absorção de glicose.
Isso significa que o açúcar será absorvido lentamente, equilibrando as taxas de açúcar no sangue sem ocasionar picos de grandes altas ou grandes baixas. A ausência de picos de açúcar também significa respostas equilibradas na produção de insulina, o que evita que as suas células desenvolvam resistência à insulina e, mais tarde, diabetes tipo 2. Quando as células ficam resistentes à ação da insulina, o corpo tende a produzir ainda mais desse hormônio que, em excesso, favorece aqueles perigosos estoques de gordura abdominal tão danosos à saúde do coração.
Quando chegam ao intestino grosso, as fibras solúveis servem de comidinha pras bactérias do bem, ocorrendo a fermentação.
Dela, resultam importantes componentes que serão responsáveis por reduzir o nível de colesterol ruim (LDL) e de triglicérides no sangue, além de diminuir, com isso, o colesterol total. Outro importante resultado da fermentação é melhorar nosso sistema imunológico.
Trocando em miúdos, ingerindo fibras solúveis você ajuda o seu emagrecimento e a sua saúde!


Alimentos ricos em fibras insolúveis
Te deixam leve e feliz! rs Lembra da faxina natural?
As fibras insolúveis adicionam volume ao que precisa ser eliminado, facilitam e aceleram sua passagem, evitando que toxinas acabem aderindo às paredes do intestino e ali fiquem.
Vale lembrar que o trato intestinal mede impressionantes 8,5m e a comida leva entre 36 horas e três dias pra fazer todo esse percurso.
Se você tem uma ingestão equilibrada dos dois tipos de fibras (a insolúvel que adiciona volume e a solúvel que vira gel), você vai funcionar como um reloginho! Não vai dar nem tempo de ler os quadrinhos. rs
Mas, atenção! É justamente aí que o excesso de fibras pode doer -- literalmente.

Qual é a ingestão diária recomendada de fibras? Existem efeitos adversos?
A recomendação diária (americana) é de 25g pras mulheres adultas até 50 anos (21g depois) e de 38g pros homens adultos até a mesma idade (diminuindo para 30g depois).
Pra quem não está acostumado a ingerir alimentos ricos em fibras, é aconselhável que você os incorpore gradualmente pra evitar desconfortos intestinais (pra dizer o mínimo) como cólicas. Por motivos óbvios, você também deve aumentar a ingestão de líquidos -- se já não ingere pelo menos 2 litros por dia.
A ingestão de fibras não prejudica a absorção de vitaminas e minerais -- pelo contrário, estudos indicam que fibras melhoram a absorção de cálcio, por exemplo. O que ocorre é que alguns fitonutrientes (mas não as fibras) podem, eventualmente, diminuir a absorção de alguns nutrientes de outros alimentos na mesma refeição. Porém, em pessoas saudáveis com alimentação balanceada (e que, portanto, já ingerem quantidades adequadas de vitaminas e minerais), não foi observado um efeito prejudicial.
Alimentos ricos em fibras podem interferir na ação de medicamentos se ingeridos ao mesmo tempo. Portanto, se você toma algum tipo de remédio regularmente, consulte seu médico. Em geral, medicamentos devem ser tomados uma hora antes, no mínimo, ou duas horas depois de um suplemento alimentar à base de fibras.


Bella, onde eu vou arrumar 25g de fibras por dia?
Fácil! :D Vamos ver algumas sugestões de como turbinar seu emagrecimento e sua saúde ingerindo alimentos ricos em fibras ao longo do seu dia.

Café da manhã
Comece bem o dia com um cereal integral ou um mix de cereais que forneçam 5g ou mais de fibras por porção. Mas não se esqueça de optar pelas versões diet, light ou sem adição de açúcar! Atenção aos rótulos e às informações nutricionais, ok?
Prefira os pães que tenham farinha e cereais integrais e 2g de fibras por porção.
Frutas! :)

Almoço e jantar
Prefira arroz e macarrão integral, capriche na salada, enriqueça os pratos quentes com legumes e verduras cozidos no vapor, faça pratos com feijões e lentilhas e prefira sobremesas com frutas.

Lanchinhos
Barrinhas de cereal, bem como biscoitos e cookies integrais, sempre nas versões diet e light, são boas opções de lanches rápidos entre as refeições. Complemente com frutas e bebidas à base de soja. Uma porção pequena de nozes e castanhas também vai bem. Adicione linhaça e quinua às vitaminas preparadas com leite ou iogurte desnatado e sua fruta preferida. Há ainda as opções de suplementos à base de fibras.


Quer ver um exemplo prático?
Cereal matinal = 5g
Maçã pequena = 3g
Pistache (30g) = 3g
Lentilha (1 xícara) = 14g
Pronto, já deu 25g! :)

Outros alimentos ricos em fibras pra variar as combinações
Feijão preto (1 xícara) = 15g
Framboesa (1 xícara) = 8g
Espaguete integral (1 xícara) = 6g
Brócoli (1 xícara, cozido) = 4,5g
Arroz integral (1 xícara) = 4g
Morango (1 xícara) = 4g
Pêra = 4g
Amêndoas (30g) = 3,5g
Banana = 3g
Couve-flor (1 xícara, cozida) = 3g
» Tabela (em inglês)

É claro que isso são apenas alguns exemplos, só pra você ter uma idéia aproximada.
O importante é que você saiba que apenas fazendo uma alimentação balanceada, que inclua frutas, verduras e legumes, cereais e grãos integrais, sementes e oleaginosas, já estará, automaticamente, ingerindo alimentos ricos em fibras ao longo do seu dia. Diante de tanta variedade e possibilidades de combinações, agora é só escolher aquelas que são as mais saborosas e prazerosas pra você. :)

Fontes
Fiber (Micronutrient Information Center, Linus Pauling Institute, 2009)
Nutrition for Foodservice and Culinary Professionals (Wiley, 2009)
Dietary Reference Intakes for Macronutrients (IOM, National Academies, 2003)
Fiber benefits (Kellogg's Nutrition, 2009)

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

A cesta

Eu sei que é Natal porque todo ano chega essa cesta pra minha mãe -- que merece muitíssimo. :)


Meu item favorito: uma lata de pistache que custa quase R$ 60 no supermercado. Não há pistache mais gostoso. rs